Colunistas

Publicado: Sábado, 8 de setembro de 2018

Efatá !

REFLEXÃO DOMINICAL – 9.9.2018

23º. do Tempo Comum – Ano B de Marcos

Evangelho (Mc. 7, 31-37)

.........................................................................

 

“”””    Naquele tempo, Jesus saiu de novo da região de Tiro, passou por Sidônia e continuou até o mar da Galileia, atravessando a região da Decápole.

Trouxeram então um homem surdo, que falava com dificuldade, e pediram que Jesus lhe impusesse a mão.

Jesus afastou-se com o homem para fora da multidão; em seguida, colocou os dedos nos seus ouvidos, cuspiu e, com a saliva, tocou a língua dele. Olhando para o céu, suspirou e disse:

“Efatá!”, que quer dizer “Abre-te!”

Imediatamente seus ouvidos se abriram, sua língua se soltou e ele começou a falar sem dificuldade.

Jesus recomendou com insistência que não contassem a ninguém.

Mas, quanto mais ele recomendava, mais eles divulgavam.

Muito impressionados, diziam:

“Ele tem feito bem todas as coisas: Aos surdos faz ouvir e aos mudos falar”. “””” 

............................................................................

 

Jesus é magnífico e poder nenhum terreno sequer de longe o supera, o que de si, apenas, seria o suficiente para que a humanidade se ajoelhasse, contrita, em adoração.

Tampouco a adjetivação que o reconhece “magnífico” é apenas um modo pobre de se falar, eis que em verdade seus poderes miraculosos advêm mesmo de sua divindade, una e trina a um só tempo.

Para dizer mais, as curas operadas pelo Mestre, reúnem nelas,  também a purificação da alma dos seus beneficiados, esta pois de valia ainda superior.

Lícito e oportuno consequentemente, sim, que se aspirem graças no plano terreno e do dia a dia. Força e eficácia maior, entretanto, representará a compreensão e crença de que, mais ainda, a alma também será favorecida. Disso pois fique consciente o fiel.

Em suma.

Importante, de relevância infinita, que prevaleça a todos os socorros solicitados, aquela abrangência de que o amor de Jesus nos purifique sempre mais.

                                                             

                                                                        João Paulo

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

20 dias atrás

A fé, alimentada

27 dias atrás

O maior de todos

13 de outubro de 2018

Bens terrenos